Página Inicial

Ginástica Rítmica

Segundo a Federação Internacional de Ginástica, órgão que rege a ginástica mundial; a Ginástica Rítmica é uma arte dinâmica, criativa, natural, orgânica com movimentos de características próprias diferentes de outras escolas de expressão corporal.

A GR como também é chamada, é uma modalidade essencialmente feminina, praticada a mãos livres e com aparelhos ( corda, arco, bola, maças e fitas ); em competições individuais e de conjunto.Sua beleza plástica, graça e elegância, formam uma junção harmoniosa de movimentos e ritmo.

A Ginástica Rítmica vem crescendo muito dentro do nosso país, depois da conquista do ouro no Campeonato Pan-americano de 1999 e a classificação para a competição final dos oito melhores na Olimpíada de Sidney. No Pan-americano de 2007 no Rio, a equipe brasileira de conjuntos subiu ao pódium mais uma vez, trazendo para o Brasil as três medalhas de ouro em disputa na competição, bem como no Campeonato Mundial deste ano classificou-se para as Olimpíadas de 2008.

Hoje a tônica brasileira continua a ser o conjunto, sendo que são feitas anualmente seletivas entre as ginastas de todo o Brasil para comporem a seleção brasileira, que atualmente treina em Aracajú, sede da CBG.

Em 2011 a Federação de Ginástica de Santa Catarina tem a satisfação de ter 50% das integrantes da seleção de conjuntos. São elas Luiza Matsuo ( Adiee- Fpolis), Letícia Dutra ( Adiee – Fpolis), Bianca Mendonça ( Adiee – Fpolis), Jéssica Maier ( Guairacás – Timbó) e Mariana Bonelli – SGJ – Joinville).

A Ginástica Rítmica não limita-se apenas a competições. As atletas da modalidade sempre estão envolvidas em eventos festivos e competições de outras modalidades, nas quais realizam apresentações.

Por este motivo, e pela beleza e plasticidade de seus movimentos, sempre surge a pergunta: A GR é um esporte que virou arte; ou uma arte que virou esporte?

A pergunta ainda não foi definitivamente respondida, mas mesmo assim vai arrebatando cada vez mais adeptos a este esporte que apaixona.

BREVE HISTÓRICO DA GR
Surgimento se deu no início do século XIX
Influência de quatro grandes correntes ( pedagógica, artes cênicas, dança e música )

1946 - surge na Rússia o termo Rítmica.

1948 - Rússia, primeira competição.

1948 - Olimpíada de Londres - a participação de um país na Ginástica Olímpica, estava condicionada a sua apresentação em duas provas rítmicas por equipe: uma com aparelho a sua escolha e outra a mãos livres, com músicas livres.

1062 - Reconhecida como desporto pela FIG - Federação Internacional de Ginástica.

1963 - Ginástica Moderna - Primeiro campeonato Mundial em Budapeste na Hungria.

1972 - Ginástica Rítmica Moderna.

1975 - Oficializada como Ginástica Rítmica Desportiva ( GRD ).

1984 - Introduzida nos Jogos Olímpicos - apenas individual.

1996 - 1ª Competição de conjunto nas Olimpíadas.

1999 - Para FIG ( Federação Internacional de Ginástica ) oficializou-se o nome Ginástica Rítmica ( GR ).

GR NO BRASIL
Tópicos Relevantes

Iniciou-se na década de 50, através de cursos ministrados pela professora austríaca Margareth Fröhlich.

Nestes cursos, a professora Erica Sauer assimilou as novas idéias e freqüentou vários cursos de especialização na área na Alemanha.

No mesmo período, a professora de origem húngara, Illona Peuker, radicou-se definitivamente em no Rio de Janeiro e foi uma das grandes divulgadoras da então Ginástica Feminina Moderna, como era chamada a GR.

Surge o G.U.G. - Grupo Unido de Ginastas, grupo de elite formado pelas melhores alunas da profª Illona Peuker, que foi o maior propagador da modalidade, através das suas apresentações realizadas em várias cidades do país.

1957 - o Brasil através do GUG, participa da 2ª Gymnaestrada em Zagreb na Iuguslávia.

1967- participa pela primeira vez do Campeonato Mundial, com a então ginasta Dayse Barros.

1973 - participa pela primeira vez do Campeonato Mundial., na categoria de Conjunto.

1984 - a ginasta Rosane Favilla participa da 1ª competição da então GRD nas Olimpíadas ( Los Angeles ).

1999 - Campeão Panamericano de conjuntos.

2000 - Classificação do conjunto para a final na Olimpíada.

2001 - Campeão da Copa 4 continentes adulto na categoria de conjuntos e individual por equipe na categoria juvenil.

2002 - 8º lugar no Campeonato Mundial na categoria de conjuntos.

2003 - Campeão Panamericano de conjuntos, classificando-se para a Olimpíada de 2004.

2004- 8º lugar nos Jogos Olímpicos de Atenas no conjunto.

2005 – Campeão de conjunto do Pré-Pan.

2006 – Campeão Sulamericano de Conjuntos.

2007 – Campeão Panamericano de Conjuntos.

2008 – Jogos Olímpicos de Pequim – 12º lugar no conjunto.

2010 – Campeã Sulamericana Individual Geral – Angélica Kwieckzinsky.

FGSC Federação de Ginástica de Santa Catarina
Rua Floriano Peixoto, 89 – Sala 02 – 1ª andar – CEP 89010-500
Fone/fax: (47) 3222-2814 - Blumenau / SC

Parceiros
Copyright © 2005 - 2016. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela FV SOLUÇÕES